Higiene bucal: os 7 erros mais cometidos

Escovar os dentes nem sempre é uma prática feita de forma correta. Considerando que, além de manter dentes mais bonitos e saudáveis, a higiene bucal previne infecções, predominantemente bacterianas. É interessante que seja clara a importância desse hábito.

Saiba como uma escovação adequada pode proteger os dentes e a gengiva. E evite cometer os erros mais comuns na hora da higiene bucal:

Mais força do que o necessário

O que realmente importa no momento da escovação não é a força e, sim, a execução de uma técnica correta. A utilização de uma escova de qualidade e em bom estado de conservação também são importantes. Os odontologistas recomendam aquelas com mais de cinco mil cerdas, conhecidas como ultra macias.

Para escovar corretamente pode-se optar pela “técnica de Bass”, que orienta que a escova seja apoiada suavemente sobre a superfície dos dentes em um ângulo de 45 graus. Com a metade das cerdas recobrindo a superfície dental e a outra metade recobrindo a gengiva. Sem pressionar a cabeça da escova de forma exagerada, é necessário realizar movimentos circulares durante aproximadamente cinco segundos em cada uma das superfícies dos dentes.

Escovas desgastadas

Escovas desgastadas

O ideal é que a escova dental seja trocada, no máximo, a cada dois meses. Escovas velhas fazem com que, de uma forma inconsciente, os usuários aumentem a força e pressionem o cabo da escova durante a higienização.

Frequência excessiva

O hábito de escovar os dentes é fundamental, mas pode se transformar em um fator prejudicial se for realizado de forma abusiva. Nesse caso, o importante é a qualidade e não a quantidade. Uma higiene bucal bem feita leva cerca de dez minutos. O tempo parece longo, mas não se trata apenas da escovação.

Leia o blog: Escovar os dentes : passo a passo definitivo e dicas importantes.

O uso do fio dental ou de escovas interdentais em casos específicos, deve ser levado em consideração. Já que a quantidade adequada para o uso do fio dental é de apenas uma vez ao dia. A frequência excessiva do fio pode prejudicar a gengiva.

Grande quantidade de creme dental

grande-quantidade-de-creme-dental

O recomendado é utilizar pouca quantidade de pasta. O que promove a desorganização da chamada placa dental, placa bacteriana ou biofilme oral é a escova e não a pasta ou gel dental. Especialistas recomendam que a quantidade de creme dental assemelhe-se ao tamanho de uma ervilha e que seja inserido entre as cerdas, para evitar que seja engolido facilmente.

Pasta de dentes abrasiva

O creme dental abrasivo, o que faz muita espuma durante a escovação, deve ser evitado. Assim como as escovas com cerdas mais duras, este tipo de pasta provoca a hipersensibilidade dental. Se isso persistir, haverá a necessidade de se usar cremes dentais especiais.

Higiene bucal com bochechos de água

O pH ácido, muitas vezes encontrado na água utilizada para o bochecho, pode atrapalhar o trabalho da saliva. O processo conhecido como “tamponamento salivar” é uma proteção natural do organismo em que a saliva trabalha na manutenção de um pH oral neutro na boca. Este processo leva de trinta minutos a duas horas para acontecer.

Além disso, não se pode transformar essa ação em um hábito. Se não há tempo, é melhor utilizar apenas uma escova interdental ou fio dental. Vale lembrar que a escovação mais importante é feita antes de dormir. Durante a noite, a salivação diminui muito ou é até mesmo interrompida.

Esquecer da região entre os dentes

higiene-bucal-entre-os-dentes

Odontologistas recomendam a utilização do fio dental ao menos uma vez ao dia, para conseguir alcançar áreas de difícil acesso da boca e desorganizar o biofilme oral que se acumula constantemente entre os dentes.

Atenção para os cuidados que se deve ter ao utilizar o palito de dente, visto muitas vezes como uma alternativa para substituir o fio dental. De acordo com odontologistas, o fio é responsável por fazer toda a higiene entre os dentes, regiões que o palito não alcança.

O palito absolutamente não substitui o fio dental e não é recomendado, pois ainda pode prejudicar a gengiva se for usado de forma incorreta.

Quer cuidar mais dos seus dentes e investir no seu sorriso? Agende uma avaliação na CliCenter de forma online e prática.

Deixe um comentário